6.30.2010

Maria Gadú grava primeiro DVD com show em São Paulo

Nascida em São Paulo e radicada no Rio de Janeiro, a cantora Maria Gadú volta à cidade natal para uma apresentação especial. No próximo dia 29 de julho a artista fará um show no palco do Credicard Hall que será registrado para um futuro lançamento em DVD.
Este será o primeiro DVD da carreira de Maria Gadú que tem na discografia apenas um álbum, auto-intitulado, lançado no início do ano passado e que traz canções que se tornaram sucesso como “Shimbalaiê” e “Linda Rosa”.
No site oficial da cantora ainda não há informações sobre possíveis convidados ou outras surpresas desse show. Os ingressos já estão à venda.

29/07/2010 - São Paulo/SP
Credicard Hall - Av. das Nações Unidas, 17.955
Horário: 21h30
Classificação etária: 12 e 13 anos acompanhados dos pais ou responsável legal. Não será permitida a entrada de menores de 12 anos.
Ingressos: R$ 150,00 (camarote 1), R$ 120,00 (camarote 2), R$ 100,00 (poltrona 1), R$ 80,00 (poltrona 2), R$ 60,00 (pista / platéia superior 1), R$ 50,00 (platéia superior 2 / platéia superior)
Informações: www.credicard.com.br

Michael Arce Trio - Show “Gaita brasileira”

O Brasil e toda a sua diversidade de ritmos: bossa, choro, samba, baião, pop, maracatu. Esta é a tônica do trabalho de Michael Arce. Além da gaita, seu instrumento solo, Michael toca acordeon e estréia como cantor. Em seu novo trabalho interpreta exclusivamente suas composições, temas instrumentais e canções que têm como inspiração o Brasil e o mundo. Nesta viagem musical que liga a cidade ao campo, o asfalto à estrada de terra, Rio de janeiro a várias cidades do mundo, o artista une a tradição à sofisticação da música brasileira através da harmônica. No show Gaita Brasileira, o artista toca músicas do seu primeiro CD ,"Santa Teresa". Também estão no show músicas do próximo CD,“Dias em Londres. Ao lado de Noah Moreno (violão) e Henrique Ludgero (bateria), o trabalho de Michael Arce ganha força e delicadeza: um trio singular. O trabalho do artista rendeu o reconhecimento da crítica especializada e do meio acadêmico europeu.
Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Rua Conde de Bonfim , 824 - Tijuca. Sábado, 03 de julho às 19h. R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

6.29.2010

Zeca Baleiro prepara lançamentos de CDs, livros e musical

O cantor e compositor Zeca Baleiro está com novos lançamentos preparados para os próximos meses. Ainda que não seja ligado à comemorações de aniversários, Baleiro resolveu ir na contra-mão das celebrações de datas redondas e anunciou diversos projetos justamente para comemorar os 13 anos desde o lançamento de seu primeiro disco, “Por Onde Andará Stephen Fry?”.
O pacote comemorativo foi batizado como “Vocês vão ter que me engolir” e inclui dois CDs, dois livros, um musical infanto-juvenil e um programa de rádio. O programa de rádio, chamado “Biotônico”, já está no ar desde abril pelo UOL e também em seu site oficial: www.zecabaleiro.com.br.
Os novos discos são chamados “Trilhas” e “Concerto”. O primeiro traz composições feitas por Baleiro para trilhas sonoras de filmes e espetáculos. A atriz Rosi Campos participa como convidada nesse trabalho. O segundo álbum traz o registro de um show realizado em março passado no Teatro FECAP, em São Paulo.
Acompanhado dos músicos Swawi Jr. e Tuco Marcondes, Zeca apresenta um repertório eclético e sem fronteiras com canções de Cartola, Camisa de Vênus, Assis Valente e Foo Fighters. Além do show o álbum “Concerto” traz duas músicas inéditas na voz de Baleiro: “A Depender de Mim” e “Canção pra Ninar um Neguim”. Esta última música foi composta em 1993 em homenagem a Michael Jackson.
Além dos álbuns, também serão lançados dois livros: “Bala na Agulha (reflexões de boteco, pastéis de memória e outras frituras)”, com pensamentos de Baleiro sobre música, literatura, futebol e outros assuntos. O outro livro é “Vida é um Souvenir Made in Hong Kong - Livro de Canções”. Trata-se de uma compilação com letras compostas por Baleiro ao longo da carreira.
Ainda dentro do pacotão comemorativo há aestréia do musical infanto-juvenil “Quem tem Medo de Curupira?”. O espetáculo ficará em cartaz até o final do ano no Teatro do Sesi, em São Paulo. A direção é de Débora Dubois e cenografia de Duda Arruk.
O incansável Baleiro ainda tem na manga outros projetos que podem ganhar vida até o final do ano. Entre eles um CD de músicas inéditas, um disco infantil com diversos convidados e um álbum de sambas.

Maria Rita, Zeca Baleiro, Nando Reis e Jorge Ben Jor juntos em festival

No dia 28 de agosto a Arena Anhembi, em São Paulo, será palco para as apresentações de quatro importantes nomes da Música Popular Brasileira. Estão confirmadas as apresentações da cantora Maria Rita e dos cantores Nando Reis, Zeca Baleiro e Jorge Ben Jor que vão se revezar no palco da primeira edição do Festival Nova Brasil.
O festival é realizado pela emissora Nova Brasil FM, rádio especializada em MPB que comemora em 2010 uma década de atividade. Os ingressos para o festival custam entre R$ 70,00 e R$ 120,00 e já estão à venda. Confira as informações:

28/08/2010 - São Paulo/SP
Arena Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1.209
Horário: 18h00
Ingressos: R$ 70,00 (pista), R$ 120,00 (cadeira / camarote)
Informações: http://www.novabrasilfm.com.br/

Silvia Machete assina contrato para lançamento de novo álbum

A cantora Silvia Machete é a nova contratada da gravadora Coqueiro Verde. Silvia assinou um contrato com o selo e passa a ser o primeiro nome feminino entre os artistas da gravadora. A estréia pela Coqueiro Verde será com o lançamento de seu segundo álbum, “Extravaganza”.
O novo álbum de Silvia foi gravado no estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro, e traz composições próprias e canções escritas por outros artistas como Nelson Jacobina, Jorge Mautner, Marcos Valle, Paulo Sergio Valle, Mariozinho Rocha, Milton Nascimento e Fernando Brandt.
Uma das composições do disco é uma parceria de Silvia e o ‘tremendão’ Erasmo Carlos, “Feminino Frágil”.

Maria Rita faz série de apresentações no Tom Jazz

Nesta segunda-feira, 28, a cantora Maria Rita fez a segunda apresentação de uma série de shows agendados no Tom Jazz, em São Paulo. Nestes shows Maria Rita mistura canções de seus álbuns e composições de outros artistas em apresentações mais intimistas. Os shows também estão agendados para os dias 05 e 12 de julho.
Entre as canções preparadas para o show estão “Conceição dos Coqueiros” (Lula Queiroga), “Santana” (Junio Barreto), “Cupído” (Claudio Lins), “Perfeitamente” (Fred Martins e Francisco Bosco), “Só de Você” (Rita Lee), “A história de Lily Braun” (Edu Lobo e Chico Buarque) e “Soledad” (Jorge Drexler), entre outras.
“Fiz esse show para me divertir, com uma proposta despretenciosa que não tem vínculo com nenhum projeto específico ou gravações futuras. Um show só nosso com um roteiro que emociona, mata saudades e explora novas possibilidades”, comentou a cantora. No palco Maria Rita será acompanhada pelos músicos Tiago Costa (piano), Sylvinho Mazzucca (baixo) e Cuca Teixeira (bateria).

28/06, 05 e 12/07/2010 - São Paulo/SP
Tom Jazz - Av. Angélica, 2.331
Ingressos: R$ 150,00
Informações: 11 3255-0084 / www.tomjazz.com.br

Pitty disponibiliza primeira música de projeto paralelo

Você conhece a banda Agridoce? Os fãs mais ardorosos da cantora Pitty provavelmente já conhecem, mas para quem não sabe, o Agridoce é o projeto paralelo da cantora em parceria com o guitarrista Martin Mandezz, que também integra sua banda principal.
O Agridoce é um projeto com músicas mais suaves e calmas em relação ao que o público está acostumado a ouvir da cantora, seguindo o estilo folk. A dupla lançou na internet a primeira música dessa união, chamada “Dançando”, e pode ser ouvida através do perfil no MySpace.
O endereço para ouvir a primeira amostra desse novo trabalho é www.myspace.com/somagridoce.

Erasmo Carlos é o mais recente homenageado na RockWalk Brasil

Quando a parceria Erasmo e Roberto Carlos era algo constante há décadas atrás, talvez não se soubesse quem era o lado mais Rock n’ Roll da dupla. Mas, com o passar dos anos - e olhando para trás - dá para perceber o espírito roqueiro do ‘Tremendão’.
Por isso é mais do que merecida a inclusão de Erasmo Carlos na RockWalk Brasil, a Calçada da Fama do Rock Brasileiro. O cantor deixou as marcas de suas mãos e sua assinatura na placa de concreto no último dia 18 de junho, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.
A placa de concreto agora faz parte do acervo do RockWalk Brasil e será uma das peças a ficar em exposição no futuro parque temático da RockWalk Brasil. O site do projeto, com fotos, vídeos e outros detalhes sobre a Calçada da Fama do Rock Brasileiro, estão disponíveis no site oficial: www.rockwalk.com.br.

Aos 74 anos, o baterista Wilson das Neves vive a fase mais ativa de sua carreira

Antônio Carlos Miguel
RIO - "Ô sorte!" O bordão criado por Wilson das Neves nunca foi tão apropriado. Aos 74 anos, o baterista que, já sexagenário, virou compositor e cantor, e, recentemente, também ator, tem muito o que comemorar. Na semana que vem, chega às lojas, pela MP,B/Universal, seu terceiro disco solo, "Pra gente fazer mais um samba" (com show de lançamento dia 14 de julho, no Estrela da Lapa); na Inglaterra, a gravadora Far Out acaba de editar "Que beleza", mais um CD dos Ipanemas, grupo do qual foi um dos fundadores e fez apenas um LP, em 1964, renascendo 35 anos depois graças à paixão de um produtor britânico; um documentário sobre sua vida, "O samba é meu dom", está sendo dirigido pelo mineiro Cristiano Abud; enquanto nos shows da Orquestra Imperial, Seu Wilson, como é tratado por seus jovens colegas de palco, é reverenciado como um popstar.

Sim, algumas doses de sorte, outras de aprendizado e trabalho, como conta, enquanto saboreia mais um chope e reclama da proibição ao fumo, na varanda de um bar na Cinelândia:

- Por volta dos 6 anos, nas festas na casa de minha tia, na Praça Tiradentes, eu já ficava de olho no baterista, Suruba, que até hoje não sei por que tinha esse nome. Depois, minha mãe me levava pro candomblé, e lá eu também me ligava nos atabaques. A música é algo divino, e foi ela que me escolheu, a música se engraçou comigo - relembra ele, que, agora, já percebe no primeiro bisneto, João, de 1 ano e 6 meses, a mesma tendência.
Pode ser um dom divino, mas Das Neves aproveitou as oportunidades. Aos 14 anos, incentivado por outro baterista, Bituca (Edgar Nunes Rocca), pegou as manhas do instrumento e encontrou seu estilo, que logo foi notado. Hoje, contabiliza gravações para mais de 600 artistas ("Tenho tudo anotado em casa"). De Tom Jobim, a partir da trilha de "Orfeu da Conceição", em 1956 - "Eu tocava no Dancing Brasil e, num dos intervalos, fui chamado para passar no estúdio da Odeon, ali perto", relembra -, a Chico Buarque, de quem é baterista fiel há quase três décadas. De Elza Soares, com quem dividiu um LP, em 1968 - "Viajávamos apenas os dois para shows na Argentina. Em Buenos Aires, ela tinha um bom violonista, que, mesmo argentino, tocava samba" -, ao "filho de John Lennon".

" Quem bate é Mike Tyson, Maguila... A bateria é um instrumento como outro qualquer, e o importante é a nuance. Ela tem que ser tratada com carinho "

- Quando esteve no Brasil, ele queria alguém com uma batida antiga. Perguntei se estava me chamando de velho, mas, claro, fomos, Sean, Daniel Jobim e eu, pro estúdio. Fizemos apenas uma música, que, acho, nunca foi lançada - conta Das Neves, que, como ensina num trecho do documentário "O samba é meu dom" já no YouTube, um dos segredos de sua batida é exatamente "não bater na bateria". - Quem bate é Mike Tyson, Maguila... A bateria é um instrumento como outro qualquer, e o importante é a nuance. Ela tem que ser tratada com carinho. Mais do que ouvir, tem que sentir o ritmo.
Inúmeros instrumentistas e cantores sentiram isso. Num texto para o novo CD, Chico Buarque, geminiano como ele, conta: "Conhecia Wilson das Neves dos discos, reconhecia de cara sua batida, vez por outra o peruava através do vidro de estúdios de gravação. Hoje não subo ao palco sem ele."
Do outro lado do Atlântico, o DJ e produtor inglês Joe Davis, dono da gravadora Far Out, também foi capturado pelo estilo de Das Neves. Colecionador de música brasileira, Davis percebeu que aquela batida diferente que o cativara em discos diversos tinha um mesmo nome nos créditos.
- Em meados dos anos 90, durante a gravação de um disco do Azymuth, comentei com Ivan Conti (o baterista do trio de jazz-funk-samba carioca) de minha paixão por Wilson e de como adoraria encontrá-lo e desenvolver um projeto de percussão afro - conta Davis, que, primeiro, produziu os discos do Grupo Batuque e, em seguida, sugeriu recriar os Ipanemas. - Ivan e Wilson fizeram contato com Neco (violonista da primeira formação, que morreu em 2009), e, em 1999, lançamos "The return of The Ipanemas", completando o grupo com músicos jovens.

Brasil passa a concorrer no GBOB, um dos maiores concursos de grupos 'indies' do mundo

Banda Rustic, da China, vencedora do GBOB - Global Battle Of The Bands em 2009

RIO - Brasil entrou no roteiro de um dos maiores concursos de bandas independentes do mundo. O Global Battle of the Bands (GBOB) acontece desde 2004 e seleciona grupos de mais de 30 países para se enfrentarem pelo título de Melhor Banda Nova do Mundo em uma final em Londres. A banda vencedora leva US$ 100 mil em prêmios, que incluem uma turnê com dez datas no Reino Unido, uma semana de gravação em um estúdio londrino e US$ 10 mil em dinheiro, além de marketing internacional. As inscrições estão abertas até 31 de julho ou até o preenchimento das vagas.
- Trabalhava como agente de bandas inglesas e brasileiras na Inglaterra quando conheci um dos diretores artísticos da Sony na Polônia, que foi um dos jurados do GBOB England em 2009. Ele me apresentou o projeto, e fiquei louco. Quando ele me disse que nenhum país da América do Sul participava, vislumbrei a possibilidade de trazer o projeto para o Brasil. Então escrevi uma proposta e apresentei ao diretor internacional do concurso. Eles acharam maravilhoso poder trazê-lo para cá - conta o diretor nacional do GBOB Brasil, Filipe Gomes, que tem no currículo a produção de festivais como o pernambucano Abril Pro Rock.
Todos os grupos inscritos terão a oportunidade de apresentar seu trabalho - apenas canções próprias e inéditas, independentemente do gênero - em uma das seletivas realizadas em setembro em quatro capitais: Rio (Teatro Odisseia), São Paulo (Manifesto Bar), Porto Alegre (Bar Opinião) e Recife (Burburinho). Os vencedores de cada etapa se enfrentarão na final brasileira, que acontece em novembro, no Circo Voador, quando uma banda será escolhida para representar o país na final internacional da competição, em dezembro, em Londres, com as despesas pagas pelo concurso.
 Cada grupo vai poder tocar duas músicas em dez minutos. As apresentações serão julgadas por uma comissão formada por profissionais especializados em música e em produção cultural. O público também tem direito a voto, que tem peso de 50% na decisão - explica Filipe Gomes.
Para participar da competição, cada banda precisa preencher o formulário de inscrição disponível no site Gbobbrazil.com , escolher uma cidade para se apresentar e pagar uma taxa de R$ 50 por integrante.
Na última edição do concurso, a banda chinesa Rustic desbancou grupos de países como Inglaterra, Noruega, Israel, Irlanda e Nepal. Vencedores de edições anteriores do GBOB chegaram a assinar contratos com grandes gravadoras, como Warner, Universal e EMI.
- O festival é fantástico por dar uma chance real para bandas independentes em todo o mundo - conclui Gomes.

6.28.2010

ROBERTO MENESCAL & WANDA SÁ

                                    Lançamento do CD “Declaração”
Uma das mais importantes e duradouras parcerias da bossa nova, Roberto Menescal e Wanda Sá lançam o CD Declaração (Albatroz Music). Este disco é uma forma de revisitar o histórico LP Wanda Vagamente, de Wanda Sá, um dos clássicos da bossa-nova e, principalmente, um disco cult, que completa 46 anos de sucesso, no topo da lista dos mais vendido do Brasil nas últimas décadas.
Gravado com a formação de guitarra semiacústico de Menescal, contrabaixo de Adriano Giffoni e a voz de Wanda Sá - Declaração comemora, além das mais de quatro décadas de lançamento do famoso LP, o primeiro trabalho feito por Menescal como arranjador e produtor musical. “É um novo-velho projeto que foi inspirado no clima intimista da canção do LP, Inútil paisagem (Tom Jobim/Aloysio de Oliveira), de 1964, que acidentalmente foi registrada na formação de violão, guitarra e contrabaixo”, conta Menescal.
A idéia deste CD vem de muito longe, ou seja, de 1964, quando Menescal produziu o Vagamente e a música Inútil Paisagem foi gravada apenas com acompanhamento do contrabaixo de Sergio Barrozo e a guitarra elétrica de Menescal para a voz de Wanda. De certa maneira, eles tentavam fazer o som de um LP que adoravam, Julie is Her Name, da cantora e atriz americana Julie London, acompanhada apenas de um baixo e uma guitarra (a do fabuloso Barney Kessell, ídolo de Menescal). Mas o histórico registro da música neste formato aconteceu por acaso, na trilha de acontecimentos históricos.

Teatro Rival Petrobras (472 lugares) Rua: Álvaro Alvim, 33/37 - Cinelândia.
Dia 30 de junho de 2010 – Quarta, às 19h30. Preço: R$ 50,00 (Inteira), R$ 40,00 (Os 100 primeiros pagantes)
R$ 25,00 (Meia). Classificação: 16 anos. Reservas: 2524-1666

Neta de Caymmi escapa de apadrinhamento e lança disco

Ela nunca ouviu ninguém falar mal do avô, morto em 2008. Ele foi seu padrinho, contava-lhe histórias infindas, cantou o mar como ninguém e deixou um legado incontestavelmente genial. O pai acompanhava Tom Jobim na fase da afinadíssima Banda Nova. O tio é respeitado pelas soluções harmônicas de seu violão e também tem um baú vasto de composições. Já a tia ainda dá provas de ser uma das maiores cantoras do País, rasgando o peito com interpretações emotivas. Aos 34 anos, Juliana Caymmi lança seu primeiro disco carregando um sobrenome de muito peso. Neta de Dorival, filha de Danilo e sobrinha de Dori e Nana, com personalidade, ela avisa não querer uma carreira guiada por apadrinhamentos.
Quando tinha 13 anos ela decidiu estudar canto popular na Universidade Livre de Música Tom Jobim (ULM). Passou na prova sem ninguém saber de sua ligação com os verdadeiros Caymmi. Ainda hoje, o máximo de empurrões que a cantora recebe da família são elogios. "Meu violão é sofrível. Para compor, tenho a felicidade de me desprender do instrumento, uso para tocar apenas uns três acordes para depois vir algum santo harmonizar para mim. Quando fiz "Moço", titio Dori ouviu e achou de uma espontaneidade tremenda. Nem dava muita bola pra música, mas depois de um elogio desses, passei a botar fé nela", diz Juliana
Outra ajuda que ela recebe dos parentes são composições. No tema que abre o disco, ela já havia decidido gravar "Vento Noroeste", do pouco incensado, porém genial Elpídio dos Santos. Na mesma faixa, Juliana decidiu gravar "Flecha de Prata", composta por seu pai Danilo em homenagem à avó Stella Maris, que faleceu 11 dias antes do avô Dorival. Do tio Dori, além de elogios, ela pôde contar com "Desenredo" (parceria com Paulo César Pinheiro). Tarefa complicada já que a música já havia ganhado registros respeitáveis, como o da tia Nana, do Boca Livre e do próprio Dori. "Decidi gravá-la de última hora, no estúdio, com o Ricardo Matsuda. Fiquei reticente, sabia que só deveria gravar se fosse pra fazer algo diferente do que já tinha sido feito", diz a cantora.
Mas por que Juliana, desde pequena convivendo com o meio musical, decidiu lançar um disco só agora? Sem nunca ter contado com pedidos da família para que lhe abrissem portas em gravadoras - naturalmente não queria isso -, ela casou cedo, aos 17 anos, teve uma filha aos 19. Sabedora das dificuldades de se viver de música no Brasil e incerta em relação a seguir uma carreira, começou a estudar Direito. Chegou a gravar um álbum em parceria com o marido, mas a separação acabou engavetando o CD.
Agora, finalmente lançando o primeiro disco, "Para Dança a Vida", já que o álbum só chega às lojas em setembro, pelo selo Kalamata), Juliana mostra-se segura para trilhar longa estrada. E ela sabe que ainda tem muito a amadurecer. Talvez pela entrega excessiva em algumas faixas, a voz da cantora oscila um pouco, embora, no geral, ela seja extremamente afinada. Quem pegar o disco pensando em ouvir uma nova Nana vai se desapontar. Tudo porque a representante da terceira geração dos Caymmi não quer ser sombra do passado, muito menos imitar ninguém. Tem personalidade própria e, contando com a ajuda do arranjador, produtor e violonista Ricardo Matsuda, conseguiu fazer um disco muito diversificado, mas com unidade.
Prova disso são as etéreas "Vento Noroeste" e "Flecha de Prata", a bossa moderna "Guanabara" (Fred Martins), "Coco Praieiro" (Eudes Fraga e Paulo César Pinheiro), a pop "Não Só Pela Chuva" (Fred Martins e Marcelo Diniz) e o samba "Porque Sou Carioca" (da própria Juliana em parceria com sua mãe, Ana Terra). "Não vou dizer que consegui em todas as faixas passar o máximo de emoção, tenho noção disso. Sem contar que não é um disco de amor rasgado, é bem variado." (Lucas Nobile - AE)

6.27.2010

Bossa Nova - A visão de Nara Leão


Nara Leão, Sílvio Caldas e Carlos Lyra no programa Renner Brasil, TV Excelsior, São Paulo, maio de 1963.

“A Bossa Nova foi importante para mim e para a humanidade, pois mudou a música do mundo inteiro. Pimeiro, é preciso destacar o João Gilberto, porque ele mudou tudo. Chegou até a ser chamado de desafinado, coisa que ele não é.
Na verdade é afinaderrímo, a coisa mais afinada do mundo, mas as pessoas achavam que um cantor que não gritasse era desafinado. Sua maneira de cantar é fantástica, não precisa de orquestra nenhuma. O violão, sozinho, parece uma orquestra. Com a boca, faz uma bateria, milhares de coisas.
A Bossa Nova também mudou as letras. Havia uma parte substancial de nossa música em que as letras eram dramáticas, sentimentais, derramadas. A Bossa Nova veio com aquele negócio de amor, sorriso, flor, céu. Era uma coisa leve. Para mim, ela continua viva e muito nova. A música quando é boa a gente ouve sempre, com prazer. E a Bossa Nova contribuiu muito com a nossa música tradicional.
Antes o samba não tinha uma harmonia rica. Quando o Carlinhos Lyra me apresentou aos sambas, tocados de maneira bossa-novista, achei muito interessante. Mas, na época, eu pensava que não podia cantar uma coisa que João Gilberto já tivesse cantado, porque ele canta maneira extraordinária.
Só tive coragem de fazer Bossa Nova quando fui para Paris e gravei um álbum duplo. O João me inibia de cantar Bossa Nova. O que se guardou do movimento foi a maneira de cantar e a harmonia. Os arranjos e a harmonia”.
Fonte: Depoimento a Almir Chediak no Songbook Bossa Nova

6.26.2010

Caetano Veloso é tema de enredo de escola de samba do Rio

 A história de vida do cantor e compositor Caetano Veloso será cantada na Marquês de Sapucaí no Carnaval carioca de 2011. A escola de samba Paraíso do Tuiuti, da região de São Cristovão, escolheu Caetano para ser homenageado e tema do samba enredo para o próximo ano.
A Paraíso do Tuiuti faz parte das escolas do Grupo de Acesso e nos últimos anos tem se dedicado a compor enredos com temáticas culturais. Em 2008 a escola homenageou o sambista Cartola. No carnaval deste ano o enredo tratou da escritora Eneida de Moraes.
O samba-enredo para o carnaval de 2011 da Paraíso do Tuiuti ainda não foi escolhido e deve ser definido em breve pelo presidente da escola, Renato Ribeiro Marins, e o carnavalesco Eduardo Gonçalves.

Titãs regravam clássico da carreira para trilha de novela

Titãs em 1984
A música “Go Back”, composição de Sérgio Britto e Torquato Neto, lançada originalmente em 1984 no primeiro álbum dos Titãs, ganha uma nova versão que será incluída na trilha sonora da próxima novela da Rede Globo, a refilmagem de “Tititi”. A nova versão foi produzida por Rick Bonadio e traz parte da letra cantada em espanhol.
Esta nova versão deste clássico dos Titãs estará à venda em formato digital e físico. O lançamento é da Midas Music, novo selo musical de Bonadio.
Além de fazer parte do disco de estréia dos Titãs, “Go Back” também foi lançado no álbum ao vivo de mesmo nome em 1988, onde aparece ao vivo e em versão remix.
Artistas relacionados: Titãs

Show de Paul McCartney será transmitido ao vivo pela internet neste domingo

Já que Paul McCartney não volta ao Brasil para apresentar os clássicos de sua carreira, os fãs brasileiros poderão se sentir como se estivessem no próximo show do músico. E sem sair de casa. A apresentação que o ex-Beatle fará no domingo, 27, será transmitida ao vivo pela internet.
O show faz parte das atrações do festival Hard Rock Calling e será realizado no Hyde Park, em Londres. A apresentação de McCartney está marcada para começar às 16h30, horário de Brasília, e poderá ser assistido através do endereço www.youtube.com/BornHIVFree.
A transmissão do show faz parte da campanha de prevenção a AIDS “Born HIV Free”, encabeçada pela cantora e primeira-dama da França, Carla Bruni.

6.25.2010

Morte de Michael Jackson completa um ano; relembre a carreira



Michael Jackson foi encontrado morto no dia 25 de junho de 2009

Eram tempos difíceis para o Rei do Pop. Afundado em dívidas, Michael Jackson se preparava para uma série quase absurda de shows que aconteceriam em Londres. O retorno do maior ícone da música não poderia ser diferente, teria que ser triunfal. Do lado de cá, os fãs recebiam notícias de que o perfeccionista Rei estava exausto, mas ensaiando como nunca. No entanto, no dia 25 de junho de 2009, seguidores de Michael Jackson receberam a notícia difícil de assimilar: o Rei estava morto. Entre boatos, notícias desencontradas e muita comoção, sites, jornais e TVs americanas corriam para confirmar o que não queriam.
O tenente Fred Corral, porta-voz do IML, disse à rede de televisão CNN que Jackson foi declarado morto às 14h26. "Posso dizer neste momento que fomos informados por investigadores do Departamento de Polícia de Los Angeles Oeste que Jackson foi levado para o hospital. Ao dar entrada, estava sem os sinais vitais e foi declarado morto por volta das 14h26", declarou Corral.
Com a morte de Michael, o público logo correu atrás de um culpado. Conrad Murray, médico particular do popstar surgiu como alvo nos dias posteriores até ser indiciado formalmente por "homicídio involuntário". No dia 23 de março, o promotor-geral da Califórnia, Jerry Brown, anunciou que pediria oficialmente à justiça a retirada do direito de Murray exercer a medicina, já que sua "conduta e imprudência com os medicamentos e tratamentos que utilizou com Michael Jackson o tornavam perigoso para o público".
Murray foi acusado em fevereiro de homicídio involuntário de Jackson, morto no dia 25 de junho em Los Angeles, após uma overdose de medicamentos e uma intoxicação com o anestésico Propofol. Sua morte foi constatada vinte minutos depois de receber uma injeção de Propofol, enquanto o doutor Murray se ausentou para atender a uma ligação telefônica.

Marvio Ciribelli e Thaís Motta

O pianista Marvio Ciribelli recebe a cantora Thaís Motta no Terra da Luz Jazz Club "A Bossa do Chorinho" em Visconde de Mauá Nos dias 25 e 26 de Junho (Sexta e Sábado), o pianista Marvio Ciribelli e a cantora Thaís Motta estarão apresentando o show "A Bossa do Chorinho" no Terra da Luz Jazz Club, em Maringá, município de Visconde de Mauá. Neste novo show, Marvio Ciribelli e Thaís Motta mostram como integram ao choro tradicional, as harmonias da Bossa Nova e a liberdade do Jazz. Ciribelli escreveu para Thaís, arranjos que valorizam a sua capacidade de interpretar, criando novos e instigantes desenhos melódicos, em músicas de Tom Jobim, Severino Araújo, Waldir Azevedo, Edu Lobo, Zequinha de Abreu, Ernesto Nazareth, Jacob do Bandolim, Chico Buarque, Vinícius de Moraes, Fred Martins, Altay Veloso, Johnny Alf, Lúcio Alves e Arthur Maia. 18 anos. Terra da Luz Jazz Club (60 lugares) End: Reta Maringá-Minas, s/nº (Visconde de Mauá-Maringá). 25 e 26 de Junho, às 22h30 R$ 25,00. Reservas e informações: (24) 3387-1545 ou (24) 3387-1306

6.24.2010

Terreno Baldio volta à ativa com shows na capital paulista

Formada no início dos anos 70, a banda de rock progressivo Terreno Baldio lançou dois álbuns - "Terreno Baldio" e "Além das Lendas Brasileiras" - para depois encerrar as atividades. Mais tarde, na década de 90, se reuniram para relançar o primeiro álbum, desta vez em inglês.
Mais de trinta anos depois da estréia, o grupo está de volta. O primeiro álbum ganhou uma versão em CD, remasterizada por Cesare Benvenuti, que produziu os dois primeiros discos da banda.
A formação atual do Terreno Baldio conta com João Kurk (voz), Mozart Mello (guitarra), Roberto Lazzarini (teclados), Edson Ghilardi (bateria), Geraldo Vieira (baixo) e Cássio Polleto (violino).
O Terreno Baldio tem dois shows marcados na capital paulista: no dia 01 de julho se apresenta no Wild Horse e no dia 14 do mesmo mês, no SESC Vila Mariana. Confira o serviço dos shows:

01/07/2010 - São Paulo/SP
Wild Horse Music Bar - Al. dos Pamaris, 54
Horário: 21h00
Ingressos: R$ 12,00
Informações: 11 5049-1171 / www.wildhorsemusicbar.com.br

14/07/2010 - São Paulo/SP
SESC Vila Mariana - Rua Pelotas, 141
Horário: 20h30
Ingressos: R$ 12,00 (inteira), R$ 6,00 (meia) e R$ 4,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes)
Informações: 11 5080-3000

Teresa Cristina faz três apresentações em São Paulo na próxima semana

Na próxima semana a cantora Teresa Cristina mostra em São Paulo o show de divulgação de seu DVD “Melhor Assim”. As apresentações serão nos dias 02, 03 e 04 de julho no palco do Teatro do SESC Pompéia.
Neste show Teresa apresenta ao público composições próprias, como “Lembrança”, “Convite à Tristeza” e “Morada Divina”, e interpreta canções de outros artistas como “O Meu Guri” (Chico Buarque) e “Orgulho”, famosa na voz de Angela Maria.
“Melhor Assim” foi lançado este ano em CD e DVD e traz registrado um show realizado em outubro do ano passado no Espaço Tom Jobim, no Rio de Janeiro. Confira as informações dos shows:

02, 03 e 04/07/2010 - São Paulo/SP
SESC Pompéia - Rua Clélia, 93
Horário: 21h00 (dias 02 e 03) e 19h00
Classificação etária: Não recomendado para menores de 12 anos
Ingressos: R$ 28,00 [inteira] / R$ 14,00 [usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante] / R$ 7,00 [trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes].
Informações: www.sescsp.org.br

Andre Matos se apresenta com orquestra em Porto Alegre

O vocalista Andre Matos se apresenta neste domingo, 27, no Teatro do SESI de Porto Alegre, acompanhado da Orquestra da Universidade Luterana do Brasil - ULBRA - no espetáculo “Clássicos do Rock II”.
Como o nome indica, nesta apresentação especial Andre Matos e a orquestra vão mostrar ao público clássicos da história do Rock mundial em arranjos diferenciados. No repertório músicas do Queen, Pink Floyd, The Doors, Black Sabbath, Yes, Iron Maiden, The Who e Beatles, entre outros.
Além de Andre Matos, o concerto contará com a participação dos músicos Chico Padilha, Panta e Vanessa Longoni. Os arranjos são assinados por Michel Dorfman, Rodrigo Bustamante, Arthur Barbosa, Daniel Wolf, Iuri Correa, Marcio Cecconello e Pedro Figueiredo. A regência da Orquestra da ULBRA é do maestro Tiago Flores. Confira:

27/06/2010 - Porto Alegre/RS
Teatro do SESI - Av. Assis Brasil, 8.787
Horário: 19h00
Ingressos: R$ 30,00 (preço único)
Venda antecipada: farmácias Panvel dos Shoppings Iguatemi e Praia de Belas
Informações: 0800-51-8555

“Curriculum” reúne destaques da carreira de Érika Martins

Chega às lojas nos próximos dias o álbum “Curriculum”, coletânea da cantora Érika Martins que reúne alguns dos sucessos da banda Penélope e também músicas gravadas pela vocalista em parceria com outros artistas.
O álbum “Curriculum” é um lançamento do selo Discobertas e traz 18 faixas que fazem um apanhado da carreira de Érika, mas deixa de fora canções lançadas originalmente em seu primeiro álbum solo, auto-intitulado, lançado no ano passado.
Entre as canções da antiga banda da cantora estão “Holiday” e “Namorinho de Portão”, música original do tropicalista Tom Zé e já gravada por Gal Costa. Também está no álbum uma parceria com Arnaldo Antunes, cantando “Superfantástico”, do Balão Mágico, e “A Mais Pedida”, dos brasilienses do Raimundos. Confira o repertório:

01. Holiday
02. Namorinho de Portão
03. A Mais Pedida - com Raimundos
04. In Between Days - com Herbert Vianna
05. Não Vou Ser Má - com Wanderléa
06. Caixa de Bombom
07. Educação Sentimental II - com Biquíni Cavadão
08. Continue Pensando Assim - com Samuel Rosa
09. Superfantástico - com Arnaldo Antunes
10. She Loves You - com Telecats
11. Let Me Sing, Let Me Sing - com Autoramas
12. A Fórmula do Amor - com Avellar Love
13. Pare o Casamento - com Lafayette & Os Tremendões
14. Deveras - com Dândi
15. I Will
16. Goodbye
17. Waiting For My Song
18. Só Penso no Meu Bem - com Ecos Falsos

Claudia Leitte começa nova turnê com show no Rio

O Rio de Janeiro foi escolhido para ser a primeira cidade a receber o novo show da cantora Claudia Leitte. Na nova turnê, batizada como “Rhytmos”, a cantora vai divulgar seu segundo álbum solo, sem o Babado Novo, e primeiro gravado em estúdio, “As Máscaras”.
O show de estréia da turnê será no próximo dia 03 de julho, sábado, e será realizado no palco do Riocentro. Além de poder curtir os sucessos e as músicas novas de Claudia Leitte, o público também vai poder agitar ao som do grupo Bom Gosto, de Buchecha, Naldo, e DJs que vão agitar a maratona musical.

03/07/2010 - Rio de Janeiro/RJ
Riocentro - Av. Salvador Allende, 6.555
Horário: 15h00
Classificação etária: 18 anos
Ingressos: R$ 110,00 (pista feminino 2º lote), R$ 130,00 (pista masculino 2º lote), R$ 230,00 (camarote fem.), R$ 270,00 (camarote masc.)
Informações e vendas: www.ingressocerto.com

Criolina lança novo álbum com show em São Paulo

A dupla maranhense Luciana Simões e Alê Muniz, que forma o Criolina, faz show de lançamento do segundo álbum da carreira no próximo sábado, 26, na Choperia do SESC Pompéia, em São Paulo. O novo álbum do Criolina tem o título de “Cine Tropical” e chega às lojas três anos após o disco de estréia, auto-intitulado.
Com o novo trabalho Luciana e Alê continuam suas experimentações musicais com o uso de samplers e programações eletrônicas misturadas ao ska, funk e rock e aos ritmos regionais como toadas de bumba meu boi, coco, carimbó e merengue. Além dos dois, completam o projeto os músicos René Parisi (guitarra), Gerson da Conceição (baixo), Marco Stoppa (trumpete) e Michele Abou (bateria).
Além de músicas novas como “Eu Vi Maré Encher”, “A Revanche”, “São Luís Havana” e “Cine Tropical”, o Criolina vai apresentar versões de clássicos como “Divino Maravilhoso” (Caetano Veloso), “Não Serve pra Mim” (Roberto e Erasmo Carlos) e “Quizás, Quizás, Quizás” (Oswaldo Farrés). Para conhecer o trabalho da banda acesse o endereço www.myspace.com/criolina.

26/06/2010 - São Paulo/SP
SESC Pompéia - Rua Clélia, 93
Horário: 21h00
Ingressos: R$ 16,00 (inteira), R$ 8,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante) e R$ 4,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).
Informações: www.sescsp.org.br

6.23.2010

Novo álbum de Lady Gaga já está pronto

O novo álbum de estúdio da cantora Lady Gaga já está pronto para ser lançado. Quem afirmou isso foi a própria artista em entrevista concedida à edição norte-americana da revista Rolling Stone. Este novo trabalho, sucessor de “The Fame Monster”, ainda não tem título definido nem data para chegar às lojas.
Lady Gaga disse que vem trabalhando nesse material há meses e agora “sente que ele está finalizado”. “Foi feito de forma muito rápida. Alguns artistas demoram anos... Eu não. Faço música todos os dias”, afirmou a cantora.
Sobre a divulgação do título deste novo álbum, Lady Gaga disse que pode “tatuar o nome do disco, fotografá-lo e usar como a capa do CD”. Nenhum detalhe sobre o novo material foi divulgado.

Divulgadas primeiras atrações do festival Planeta Terra 2010

Os franceses do Phoenix
Os organizadores do festival Planeta Terra divulgaram as primeiras atrações confirmadas para a nova edição do evento. As bandas confirmadas são Hot Chip e Phoenix.
Este ano o festival será realizado no dia 20 de novembro, em São Paulo. O local exatao onde os shows serão realizados ainda não foi divulgado. Na edição do ano passado o Planeta Terra teve como palco o parque de diversões Playcenter, também na capital paulista.
O Hot Chip volta ao Brasil após três anos e nessa nova turnê divulgam o álbum “One Life Stand”. A outra banda confirmada, o Phoenix, é uma banda francesa formada em 1999 e também já tocou no Brasil anteriormente, em 2007. Atualmente o grupo divulga o álbum “Wolfgang Amadeus Phoenix”, lançado ano passado.
Informações sobre valores de ingressos e postos de vendas ainda não foram divulgadas.

Show de Mercedes Sosa, gravado em 1980, em DVD nacional

Já está à venda nas lojas brasileiras o DVD “Live @ RTSI” da cantora argentina Mercedes Sosa. Este lançamento traz registrado um show acústico realizado na Suiça, em 1980, e chega ao mercado nacional via Coqueiro Verde.
No show Mercedes apresenta uma dúzia de canções, incluindo alguns dos grandes clássicos de seu repertório como “Gracias a La Vida” e “Duerme Negrito”. O DVD tem cerca de 53 minutos e traz como material extra uma entrevista com a cantora, porém sem legendas em português.

Abaixo o repertório do show:

01. Piedra Y Camino
02. Chacarera De Las Piedras
03. Guitarra Dímelo Tú
04. Duerme Negrito
05. Ay Este Azul
06. Gracias a La Vida
07. Canción De La Simples Cosas
08. Antiguos Dueños De La Flechas
09. Como La Cigarra
10. Serenata Para La Tierra De Uno
11. A Victor
12. Canción Con Todos

6.22.2010

Encontro de Arte com Leticia Penedo

O Setor Educativo do Centro de Cultura Fazenda da Posse receberá no dia 03 de julho – sábado – a Arte educadora Letícia Penedo, de São Paulo, para um Encontro de Arte de 9h às 17h. O encontro pretende fazer uma reflexão sobre a Arte e o Ensino da Arte nos dias atuais. Serão trabalhados desde o processo da criação do artista e o entendimento do universo da arte, até a necessidade de uma educação do olhar a partir da abordagem dos livros:
· “Gesto Inacabado – Processo de Criação Artística”, de Cecília Almeida Salles
· “A Educação do Olhar no Ensino das Artes”, org. Analice Dutra Pillar
A orientadora apresentará também as propostas da 29ª Bienal Internacional de São Paulo com material impresso que será entregue gratuitamente a todos os participantes.
O valor da inscrição é R$ 20,00 e deve ser feita no Centro de Cultura Fazenda da Posse ou Centro de Cultura Estação das Artes e as vagas são limitadas.

Tema: O Ensino da Arte e a Contemporaneidade
Orientação: Ana Letícia Millen Penedo
Data: 03 de julho de 2010
Horário: 9h às 17h
Valor da inscrição: R$ 20,00 (com certificado de participação)
Local: Centro de Cultura fazenda da Posse - R. Dário Aragão nº 02 – Centro – Barra Mansa – RJ.

Stacey Kent no Brasil: confirmados shows em Itajaí, Porto Alegre e Rio de Janeiro

Depois da confirmação de um show da cantora Stacey Kent em São Paulo, outras datas e locais foram adicionados à nova passagem da artista pelo Brasil. As cidades de Itajaí, Porto Alegre e Rio de Janeiro também receberão a turnê de divulgação do álbum “Raconte-moi”.
As apresentações estão marcadas para o mês de setembro e serão realizadas entre os dias 09 e 16. O primeiro show será na capital paulista, no dia 09, depois Stacey canta em Itajaí, 10, Porto Alegre, 14, e finaliza no Rio de Janeiro, no dia 16.
Na atual turnê mundial Stacey mostra ao público as canções de seu mais recente trabalho, “Raconte-moi”, álbum que traz apenas canções cantadas em francês, a segunda língua da cantora norte-americana que morou por 17 anos na França.

Confira as informações sobre os shows:

09/09/2010 - São Paulo/SP
Via Funchal - Rua Funchal, 65
Horário: 19h30
Ingressos: R$ 400,00 (platéia vip), R$ 300,00 (platéia premium), R$ 250,00 (platéia 1), R$ 180,00 (platéia 2), R$ 200,00 (mezanino central), R$ 150,00 (mezanino lateral), R$ 400,00 (camarote)
Informações: http://www.viafunchal.com.br/

10/09/2010 - Itajaí/SC
Teatro Municipal de Itajaí - Rua Gregório Chaves, 111
Informações: 47 3349-6447

14/09/2010 - Porto Alegre/RS
Teatro do Bourbon Country - Av Túlio de Rose, 80 - SUC 301 A
Horário: 21h00
Ingressos: R$ 50,00 (galerias), R$ 100,00 (mezanino), R$ 150,00 (platéia alta), R$ 200,00 (platéia baixa), R$ 250,00 (camarote)
Informações: http://www.teatrodobourboncountry.com.br/

16/09/2010 - Rio de Janeiro/RJ
Vivo Rio - Av. Infante Dom Henrique, 85
Horário: 22h00
Ingressos: R$ 100,00 (setor 3), R$ 150,00 (setor 2), R$ 250,00 (setor 1), R$ 300,00 (setor vip), R$ 400,00 (vip premium), R$ 200,00 (frisas), R$ 250,00 (camarote B), R$ 400,00 (camarote A).
Informações: http://www.vivorio.com.br/

Papa Roach lança coletânea na próxima semana

Está agendado para a próxima semana o lançamento da primeira coletânea da carreira da banda norte-americana Papa Roach. O álbum foi batizado como “To Be Loved: The Best of Papa Roach” e estará disponível a partir do dia 29.
A compilação reúne 14 faixas entre sucessos, como “Last Resort”, versões acústicas e ao vivo, e também uma música especial, inédita até agora: “Just Go (Never Look Back)”. “Scars”, “Reckless”, “Lifeline” e “Hollywood Whore” também fazem parte do álbum.
Nas 14 faixas da coletânea “To Be Loved: The Best of Papa Roach” é possível perceber as mudanças na sonoridade do Papa Roach ao longo dos anos. Do início de carreira, mais voltado ao Nu Metal, até os dias atuais, mais voltado ao metal alernativo. Confira o repertório do álbum:

01. Broken Home
02. Last Resort
03. Time And Time Again
04. She Loves Me Not
05. Scars
06. Getting Away With Murder
07. Just Go (Never Look Back) (previously unreleased)
08. ...To Be Loved
09. Reckless
10. Had Enough (acoustic)
11. Forever (live session)
12. Hollywood Whore
13. Lifeline
14. Scars (acoustic)
 
Spiritual Beggars divulga título do novo álbum de estúdio
 
Cinco anos após o lançamento do último disco com material inédito, “Demons”, a banda sueca Spiritual Beggars anuncia o título do novo álbum: “Return to Zero”. Este novo trabalho marca a estréia do vocalista grego Apollo Papathanasio à frente da banda.
O grupo continua em estúdio trabalhando nas novas músicas e ainda não há data exata para o lançamento do disco que acaba com o jejum do Spiritual Beggars. O início das gravações foi anunciado em março passado e inicialmente a previsão para o lançamento era entre agosto e outubro.
O Spiritual Beggars conta com o guitarrista Mike Amott, conhecido por seu trabalho com o Arch Enemy e o Carcass, o baixista Sharlee D’Angelo, o tecladista Per Wiberg e o baterista Ludwig Witt.

Alejandro Sanz no Brasil: cantor anuncia dois shows no país

O cantor espanhol Alejandro Sanz anunciou através de seu site oficial que vem ao Brasil para duas apresentações. Os shows estão marcados para os dias 17 e 19 de outubro e serão realizados no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente.
Na capital fluminense a apresentação será realizada na casa de shows Citibank Hall. Já em São Paulo o show está marcado no Credicard Hall. Os ingressos para as duas apresentações estarão à venda pelo site www.ticketsforfun.com.br e nas bilheterias das casas de shows a partir do dia 07 de julho. Os valores ainda não foram divulgados.
O mais recente trabalho de estúdio de Alejandro Sanz é “Paraíso Express”, lançado no final do ano passado.

17/10/2010 - Rio de Janeiro/RJ
Citibank Hall - Av. Ayrton Senna, 3.000
Ingressos: em breve
Vendas pela internet: http://www.ticketsforfun.com.br/

19/10/2010 - São Paulo/SP
Credicard Hall - Av. das Nações Unidas, 17.955
Ingressos: em breve
Vendas pela internet: www.ticketsforfun.com.br

Karen Keldani

A cantora celebra o seu primeiro cd “ALMA FEMININA – as canções de Ricardo Brito”. Um disco romântico, que trata da elegância da alma feminina e brinda a natureza, as estações do ano, a beleza universal e o amor. Esse cd contou com o bom gosto do piano de Fernando Merlino e a delicadeza do violoncelo de Lui Coimbra. Karen foi aluna do Colégio Notre Dame, em Ipanema e com apenas sete anos já era solista mirim do coral regido por Valdeci Farias. Aos doze integrou o elenco da novela Araponga, da TV Globo. Desde então, não parou de estudar tudo que se relacionava as artes cênicas. Para obter mais informações sobre shows e conhecer as músicas da artista, entre no site www.karenkeldani.com.br ou confira o MySpace da cantora, www.myspace.com/karenkeldani.

Teatro Municipal Café Pequeno. Av. Ataulfo de Paiva, 269 - Leblon Telefone: 25231703/ 76757029. Sábado, 26 de junho, às 21h. R$30,00.

6.21.2010

Artistas brasileiros preparam tributo a Michael Jackson

Prestes a completar um ano da morte do cantor Michael Jackson, o selo brasileiro Discobertas, do produtor Marcelo Fróes, prepara um álbum em tributo a um dos maiores nomes da história da música pop mundial. O disco em homenagem a Michael Jackson está em processo de produção e deve chegar às lojas nas próximas semanas.
O projeto foi idealizado pelo músico Guto Ribeiro, baixista da banda Manfred, e trará diversos artistas da cena independente nacional tocando versões de clássicos do repertório de Michael Jackson. Entre os confirmados para participar do disco estão Rodrigo Santos, Jorge Ailton, Moobwa, Apoena, Márcio Biaso, Fuzzcas, Filhos de Judith e a banda Manfred.
As gravações estão sendo feitas em diversos estúdios e cidades brasileiras e ainda não foram divulgados os nomes das músicas que farão parte desse tributo.

Brasil recebe primeira edição da festa Regrooved

A Casa das Caldeiras, em São Paulo, será palco para a primeira edição da festa Regrooved no Brasil. O evento, que já teve edições no Reino Unido, Canadá, Itália, Austrália e Nova Zelândia, será realizado pela primeira vez no país na próxima sexta-feira, 25.
A Regrooved é realizada pelo selo britânico Goodgroove Records e traz ao Brasil um dos principais DJs de ‘funky grooves’ da atualidade, o inglês Featurecast. O DJ é conhecido por remixes de músicas de importantes nomes como James Brown e Michael Jackson.
Além de Featurecast, o evento também terá como atrações: Trotter, os Mendigrooves (Lotus vs. Brentel), Deutsch e Paulo Ferreira, animando a noite com jazzy breaks, funky grooves e space disco. As projeções visuais ficamn por conta do VJ Kaos.ira.
Os detalhes sobre a festa e os artistas que participam dessa primeira edição estão disponíveis no site oficial da Regrooved em www.regrooved.com.br. Os ingressos estão à venda antecipadamente e não estarão disponíveis na entrada da festa.

25/06/2010 - São Paulo/SP
Casa das Caldeiras - Av. Francisco Matarazzo, 2.000
Horário: 22h00
Ingressos: R$ 30,00 (masc.) e R$ 20,00 (fem.)
Informações e vendas: www.regrooved.com.br

Zé Paulo Becker no semente na Lapa

O violonista e compositor comanda a noite de música instrumental com clássicos do samba e do choro, além de composições próprias. Formado pela Uni-Rio e mestre em violão pela UFRJ, Becker integra o grupo de choro Trio Madeira Brasil e já se apresentou com artistas como Zé Renato, Elza Soares, Francis Hime, Wagner Tiso, Ney Matogrosso, Paulinho Moska, Rosa Passos, Henrique Cazes, Maurício Carrilho, Marcos Ariel e Yamandú Costa, entre outros grandes nomes da música popular brasileira.

Lapa
Semente Até 28 jun 2010
seg 21:30
seg R$ 16.00 (mulher); seg R$ 18.00 (homem
Para mais informações sobre o cantor, acesse www.myspace.com/zepaulobecker1

A paulistana Tiê volta a cantar no Rio


Nova promessa feminina da música brasileira, a cantora paulistana Tiê mostra seus talentos de intérprete, compositora e instrumentista em shows, nos dias 23 e 24 de junho (quarta e quinta), na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, às 19h30.
No show, Tiê canta, toca piano e violões de nylon e aço; acompanhada por Plínio Profeta no comando da guitarra e também do piano. O repertório é formado por canções próprias, registradas em seu primeiro CD “Sweet Jardim”, lançado em 2009 pela Warner Music. Entre os destaques estão “Quinto Andar”, “Assinado Eu”, “Chá Verde”, “Stranger But Mine”, “Sweet Jardim”, “Passarinho” (parceria com Dudu Tsuda), “Dois” (com Thiago Pethit), “A Bailarina e o Astronauta” (com Gustavo Ruiz) e “Aula de Frances” (com Flávio Juliano e Nathalia Catharina), além de “Se Enamora” (de Edgard Poças), incluída como faixa-bônus na nova edição do CD que está nas lojas. A música arrebatou o público de Jason Mraz, no show de abertura que ela fez para o artista americano no Brasil.
Após o lançamento do CD, Tiê fez turnês nacionais e internacionais, passando pela França, Inglaterra, Alemanha, Estados Unidos, Uruguai e por cidades brasileiras como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Recife. A faixa de seu disco “Assinado Eu” foi indicada pela revista Rolling Stone Brasil como uma das 25 melhores músicas de 2009.
Tiê é neta de Vida Alves, atriz que protagonizou o primeiro beijo da TV brasileira, na primeira telenovela, “Sua Vida me Pertence”. A cantora foi modelo da Ford Models, atuou em comercial dirigido por Fernando Meireles (premiado em Cannes) e estudou canto em Nova York. Em 2007, gravou um EP com quatro músicas em parceria com Dudu Tsuda; depois passou seis meses apenas compondo e dessa fase nasceram músicas que estão em seu álbum de estreia. Em janeiro de 2008, passou a fazer shows solo no Studio SP e entrou para as listas de cantoras promissoras, lançando “Sweet Jardim” no ano seguinte.
Tiê. 18 anos. Caixa Cultural (226 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, telefone 2544-4080, Metrô Carioca. Quarta (23) e Quinta (24), 19h30. R$ 15,00. Bilheteria: 10h/20h (ter.); a partir das 10h (qua. e qui.).

SHOWS RIO DE JANEIRO

Ricky Vallen

Seu repertório, bastante eclético, reúne MPB, com clássicos de Lupicínio Rodrigues, Cartola, Milton Nascimento, Chico Buarque, entre outros e grandes sucessos de Madonna, Whitney Houston, Shakira, Enya, Piaff, em que ele mostra todo o seu potencial vocal, que lhe garante um público bastante variado... Calouro vencedor do programa Raul Gil, se apresentando durante 32 semanas no ano de 2004, por conta disto em 2006, já na Band, Ricky voltou a participar do programa, como convidado especial por mais 02 anos. Nesse período, pela SONY MUSIC/BMG, lançou seu primeiro CD "HOMENAGENS". Em março de 2007 com releituras de grandes sucessos da MPB, o que o colocou na disputa do 1º lugar no ranking dos CDs MAIS VENDIDOS DO PAÍS, com nomes como Zezé di Camargo e Luciano, Roberto Carlos, Padre Marcelo Rossi e Ivete Sangalo. Com dois meses apenas de lançamento recebeu DISCO DE OURO! No mesmo ano, foi indicado ao GRAMMY LATINO 2007, tendo sido o único brasileiro a figurar numa das quatro categorias principais: REVELAÇÃO. O ano de 2009 foi de grandes conquistas, apadrinhado por Zezé di Camargo e Luciano, fãs declarados do seu talento, assina contrato com a SONY MUSIC, e lança o seu segundo CD e o primeiro registro ao vivo em vídeo, gravado em abril no Vivo Rio, no Rio de Janeiro, e que ultrapassou em um mês a marca de 20.000 cópias vendidas. 16 anos.
Teatro Rival Petrobras (472 lugares) Rua: Álvaro Alvim, 33/37 - Cinelândia. Dias 23 e 24 de junho, quarta e quinta, às 19h30. SETOR A; R$ 65,00 (Inteira) R$ 32,50 (Meia) SETOR B R$ 55,00 (Inteira) R$ 45,00 (Os 100 primeiros pagantes) R$ 27,50 (Meia). Reservas: tel.: 2524-1666

Jay Vaquer

O cantor e compositor Jay Vaquer apresenta no Teatro Rival o show “Still Alive in Brazil", oriundo de seu primeiro registro ao vivo: o CD e DVD “Alive in Brazil”, lançado pela Som Livre em 2009 e gravado na casa de shows Vivo Rio. No repertório do show, sucessos como “A Miragem”, “Aponta de um Iceberg”, “Pode Agradecer”, “Cotidiano de um Casal Feliz”, “A Falta que a Falta Faz”, “Longe Aqui” e “Formidável Mundo Cão”. Jay Vaquer traz toda sua força de letrista inquieto, num show que combina elementos cênicos numa produção caprichosa. O público pode esperar por um show de qualidade impecável, performático, que renova o compromisso do artista com seu trabalho e seu público. Teatro Rival Petrobras (472 lugares) Rua: Álvaro Alvim, 33/37 - Cinelândia.
Dia 26 de junho de 2010 - Sábado às 19h30. R$ 50,00(Inteira) R$ 40,00 (Os 100 primeiros pagantes). R$ 25,00 (Meia). Classificação: 16 anos Reservas: 2524 - 1666

Antonio Villeroy

Do disco novo, José, o cantor e compositor que transita entre a MPB e o pop apresenta ao vivo faixas como Recomeço, Ouro, Um e Dois e Velas pra Todos os Santos. Completam a noite sucessos dele, a exemplo de Uma Louca Tempestade, conhecida na voz de Ana Carolina. 14 anos. Modern Sound (120 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502, loja D, Copacabana, 2548-5005, a Siqueira Campos. Terça (22), 19h. Grátis. É necessário fazer reserva. Estac. c/manobr. (R$ 7,00 a primeira hora). http://www.modernsound.com.br/.

Bossa Jazz Trio

Formado por instrumentistas de reconhecido talento, Mauro Senise (sax e flauta), Paulo Russo (baixo) e Alberto Chimelli (piano), o grupo reinventa standards como Stella by Starlight, On Green Dolphin Street e My Favorite Things. 14 anos. Modern Sound (120 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502, loja D, Copacabana, 2548-5005, a Siqueira Campos. Quinta (24), 17h. Grátis. É necessário fazer reserva. Estac. c/manobr. (R$ 7,00 a primeira hora). http://www.modernsound.com.br/.

Eek-A-Mouse e Black Alien

A atração principal é o cantor de reggae Eek-a-Mouse, nascido Ripton Hylton, em 1957, na Jamaica, mas o nome escalado para a abertura da noite promete roubar as atenções: o rapper niteroiense Balck Alien começa os trabalhos lembrando músicas do ótimo disco Babylon By Gus Volume 1: O Ano do Macaco. 18 anos. Fundição Progresso (4 000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, 2220-5070. Sábado (26), 22h. R$ 40,00 (1º lote) a R$ 60,00 (3º lote). Bilheteria: 10h/13h30 e 14h/18h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). http://www.fundicaoprogresso.com.br/.

Eliana Printes

Adonay Pereira, Lula Washington (violões) e Léo Mucuri (percussão) acompanham a cantora. No repertório romântico estão garantidas Por Onde? (Kleber Albuquerque e Tatá Fernandes) e Se Chovesse Você (Eliana Printes, Adonay Pereira e Eliakin Rufino). 16 anos. Sesc Rio Casa da Gávea (80 lugares). Praça Santos Dumont, 116, Gávea, 2239-3511. Quarta (23), 21h. R$ 20,00.

Emílio Santiago

No disco do cantor, Só Danço Samba, uma homenagem ao rei dos bailes, o tecladista Ed Lincoln, inaugura o selo Santiago Music. Ao vivo, Emílio Santiago vai interpretar todas as faixas do CD, além dos sucessos Logo Agora, Cadê Juízo, Lesões Corporais, Verdade Chinesa e Saigon. 18 anos. Citibank Hall (8 430 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, 0300 7896846 (9h/21h). X Sábado (26), 22h. R$ 50,00 (Setor lateral) a R$ 100,00 (Camarote e Setor Vip). Bilheteria: 12h/20h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Cc: todos. Cd: R e V. TM. http://www.citibankhall.com.br/.

Fabio Luna

O multiinstrumentista, cantor e compositor interpreta sambas próprios, como Eu Nunca Me Acostumo, Vem, Volta ou Não, Basta Querer, Eu Vou e Coração, além de clássicos das rodas de samba. Com participação de Tantinho da Mangueira. 18 anos. Centro Cultural Carioca (200 lugares). Rua do Teatro, 37, Centro, tel.: 2252-6468, a Carioca. Quarta (23), 21h30. R$ 20,00. Cd: R e V. Bilheteria: a partir de 20h (qua.).

Gente Fina & Outras Coisas

Formado pelos experientes José Carlos Bigorna (sax e flauta), Ronaldo do Bandolim, Fernando Coelho (violão), Bebeto Castilho (contrabaixo) e Jovi Joviniano (percussão), o grupo instrumental apresenta temas de choro, samba, MPB e bossa nova. 14 anos. Modern Sound (120 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502, loja D, Copacabana, tel.: 2548-5005, a Siqueira Campos. Quarta (23), 17h. Grátis. É necessário fazer reserva. Estac. c/manobr. (R$ 7,00 a primeira hora). http://www.modernsound.com.br/.

Gilson Peranzzetta e Mauro Senise

Parceiros em cinco discos, o pianista e o flautista e saxofonista celebram vinte anos de duo. No repertório, improvisam sobre Tico Tico no Fubá (Zequinha de Abreu), No Tabuleiro da Baiana (Ary Barroso), Marina (Dorival Caymmi) e Carinhoso (Pixinguinha). TribOz (80 lugares). Rua Conde de Lages, 19, Lapa, tel.: 2210-0366 e 9291-5942. Sábado (26), 21h. R$ 25,00. Estac. no nº 44 (R$ 5,00). Cc: V. http://www.triboz-rio.com/.

Hanna

Acompanhada por um trio de influência jazzística, a cantora lembra músicas da banda brasileira Liverpool, surgida na época da Tropicália. 18 anos. Teatro Café Pequeno (108 lugares). Avenida Ataulfo de Paiva, 269, Leblon, tel.: 2294-4480. Sexta (25), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 16h/21h (ter. a qui.); a partir das 16h (sex.). TT.

Inez Viana

Atriz de, entre outros musicais, Elis, Estrela do Brasil e Sassaricando, Inez Viana interpreta um bem escolhido repertório de composições originalmente feitas para espetáculos de teatro. Estão na lista No Tabuleiro da Baiana (Ary Barroso), Eu e o Amor (Tom e Vinicius) e Biscate (Chico Buarque). 14 anos. Sesc Ginástico (513 lugares). Avenida Graça Aranha, 187, Centro. tel.: 2279-4027. Quarta (23), 19h. R$ 5,00 (comerciários) e R$ 20,00.

Jane Duboc

Atração das sextas na casa da Lapa, a cantora passeia por bossa nova e samba ao lado de Kiko Continentino e Trio. 18 anos. Lapinha (100 lugares). Avenida Mem de Sá, 82, Lapa, tel.: 2507-3435. Sexta (25), 22h30. R$ 30,00.

Jay Vaquer

No espetáculo Still Alive in Brazil, o cantor e compositor apresenta músicas como A Miragem, Pode Agradecer, Cotidiano de um Casal Feliz e Formidável Mundo Cão. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, tel.: 2240-4469, a Cinelândia. Sábado (26), 19h30. R$ 50,00. Bilheteria: 12h30/20h30 (seg. a sex.); a partir das 15h (sáb.). TT. http://www.rivalpetrobras.com.br/.

Leo Gandelman & Trio

O saxofonista passeia por clássicos como Sensível (Pixinguinha), Futuros Amantes (Chico Buarque) e Canto de Ossanha (Baden Powell), além de composições próprias. Livre. Escola de Artes Visuais do Parque Lage (200 lugares). Rua Jardim Botânico, 414 Jardim Botânico. tel.: 3257-1800. Sábado (26), 18h. R$ 10,00.

Masako Tanaka

Japonesa, radicada no Rio e apaixonada por samba, a cantora é a próxima atração do projeto Alma Brasileira. Com seu sotaque inconfundível, Masako se apresenta ao lado de Alessandro Valente (cavaquinho), André Bellieny (violão), Dudu Oliveira (flauta), Netinho Albuquerque e Robertinho Silva (percussão). Livre. Teatro II do CCBB (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro. tel.: 3808-2020. Terça (22), 12h30 e 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter). www.bb.com.br/cultura.

Moyseis MARQUES

Da nova geração de sambistas da Lapa, Marques apresenta o espetáculo Pra Desengomar. No programa, além de composições próprias, entram João Valentão, de Dorival Caymmi, Onze Fitas, de Fátima Guedes, e Assim Não Dá, de Kleber Jorge e Regina Werneck. 14 anos. Modern Sound (120 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502, loja D, Copacabana,tel.: 2548-5005, a Siqueira Campos. Sábado (26), 19h. Grátis. É necessário fazer reserva. Estac. c/manobr. (R$ 7,00 a primeira hora). http://www.modernsound.com.br/.

MV Bill

O rapper da Cidade de Deus vai à Lapa para lançar seu novo CD, Causa e Efeito. Abertura com a banda Mon Cher. 18 anos. Circo Voador (2 600 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, tel.: 2533-0354. Sexta (25), 22h. R$ 26,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.). http://www.circovoador.com.br/.

Nina Ernst

Cantora, atriz, modelo e apresentadora da TV alemã, Nina Ernst lança seu primeiro CD no Brasil (Nina Ernst Canta Jobim), em que interpreta, em português, clássicos de Tom Jobim. Ela divide o palco com os brasileiros Humberto Araujo (flauta), Fernando Merlino (piano), Jorge Gomes (bateria) e Ruy Quaresma (violão). 18 anos. Lapinha (100 lugares). Avenida Mem de Sá, 82, Lapa,tel.: 2507-3435. Sábado (26), 22h30. R$ 30,00.

Paraphernália

Com o tecladista Donatinho e o flautista Felipe Pinaud entre seus integrantes, o octeto de funk e black music mostra repertório próprio. 18 anos. Cinematheque Música Contemporânea (240 pessoas). Rua Voluntários da Pátria, 53, Botafogo, tel.: 2286-5731, a Botafogo. Quinta (24), 21h. R$ 20,00. Cc: todos. Cd: todos. http://www.matrizonline.com.br/.

Pepeu Gomes

Ex-integrante do grupo Novos Baianos, considerado um dos dez melhores guitarristas do mundo, na categoria world music, pela revista americana Guitar World, o músico é a principal atração da tradicional festa junina da casa. Completa o programa o forró do conjunto Calça Nordestina. 18 anos. Carioca da Gema (300 lugares). Avenida Mem de Sá, 79, Lapa, tel.: 2221-0043. Terça (22), 18h. R$ 18,00.

Renato Godá

O cantor e compositor paulistano, da turma de Thiago Pethit e Tiê, lança na cidade o disco Canções para Embalar Marujos. O som de fanfarras, música cigana do Leste Europeu, trilhas de cinema de Nino Rota e rock dos anos 50 e 60 permeiam as treze faixas do álbum. Com participação da cantora Tiê, que também se apresenta nesta semana no Rio. 18 anos. Cinematheque Música Contemporânea (240 pessoas). Rua Voluntários da Pátria, 53, Botafogo, tel.: 2286-5731, a Botafogo. Sábado (26), 21h. R$ 20,00. Cc: todos. Cd: todos. http://www.matrizonline.com.br/.

Rogê

O cantor e compositor lança seu novo CD, Fala Geral, o terceiro disco-solo de sua carreira. O repertório, quase todo autoral, reúne ritmos brasileiros como jongo, afoxé, reggae, ponto de terreiro, sambalanço e samba. 14 anos. Modern Sound (120 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502, lo- ja D, Copacabana, tel.: 2548-5005, a Siqueira Campos. Segunda (21), 19h. Grátis. É necessário fazer reserva. Estac. c/manobr. (R$ 7,00 a primeira hora). http://www.modernsound.com.br/.

Tempero Carioca

Criado em 2004, o grupo leva uma autêntica roda de samba para o palco. No repertório, canções do Cacique de Ramos, da Velha Guarda da Portela e da Mangueira. 18 anos. Carioca da Gema (300 lugares). Avenida Mem de Sá, 79, Lapa, tel.: 2221-0043. Quarta (23), 21h30. R$ 18,00 (couvert artístico).

Trio Madeira Brasil

Próxima atração da série em homenagem ao cinquentenário do Museu Villa-Lobos, Marcello Gonçalves (violão de sete cordas), Ronaldo do Bandolim e Zé Paulo Becker (violão) representam muito bem o espírito sem fronteiras do maestro que batiza a instituição. No repertório dos instrumentistas cabem de O Trenzinho do Caipira, obra-prima de Villa e uma das mais ovacionadas nas apresentações do grupo, a Passarim (Tom Jobim) e Fuga y Mistério (Astor Piazolla). Da formação erudita de Becker e Gonçalves e do traquejo popular de Ronaldo, egresso do lendário conjunto de choro Época de Ouro, resultam ainda interpretações comoventes como a de Santa Morena (Jacob do Bandolim), gravada no disco de estreia do trio. O ingresso para a apresentação, que acontece no sábado (26), custa R$ 1,00. Livre. Museu Villa-Lobos (400 lugares). Rua Sorocaba, 200, Botafogo, tel.: 2226-9020 e 2226-9818. Sábado (26), 18h. R$ 1,00. http://www.museuvillalobos.org.br/.

FA-TAL - GAL A TODO VAPOR: O ÁLBUM DA GERAÇÃO DO DESBUNDE

Há momentos sublimes da criação do artista, cujo carisma é assimilado por uma legião de pessoas em busca de uma definição de ideais, sonhos ou apenas identificação na essência mais primária da composição do retrato humano. Quando esse momento acontece em uma determinada obra do artista, esta lhe é arrebatada (quase usurpada) e feita voz, ícone e representação. Assim aconteceu com “Os Sofrimentos do Jovem Werther”, de Joahnn Wolfgang van Goethe em 1774, livro símbolo de uma geração de jovens na Europa do romantismo, que fizeram dos sofrimentos e da forma de estar na vida do jovem Werther, o modelo a ser seguido.
No Brasil da fase pós-AI-5, promulgado em 13 de dezembro de 1968, o endurecimento da ditadura deixou uma geração calada e sem rumo. Uma geração que passou pelos suspiros das contestações de 1968, pelo psicodelismo embriagante do roque do fim dessa década, pelas drogas, a Tropicália, o movimento Flower Power e pelo histórico espetáculo de Woodstock; essa mesma geração chega ao início da década de setenta mergulhada em um vazio e em uma lacuna deixada pelo silêncio de quem pensava e via as palavras caladas pela força bruta.
Essa geração sem heróis ou ídolos para exaltar e refletir o espelho de Narciso, encontra-se em 1971 com Gal Costa, que com a sua voz de sereia, estreava o show que seria o símbolo dessa geração: “Gal a Todo Vapor”. Nessa simbiose entre artista e público, a geração que ficaria para sempre conhecida como a do desbunde, faz do show um momento de fuga e sonho, de poder dizer não às convenções de uma sociedade de um país calado pela repressão, mas mutante em seus costumes. O show estréia em novembro de 1971 no Teatro Tereza Raquel, no Rio de Janeiro, dirigido por Waly Salomão. Com ele a geração do desbunde elege a sua musa, Gal Costa. O espetáculo torna-se obrigatório durante todo o verão de 1972.

6.19.2010

DOLORES DURAN



O dia em que Ella ficou de queixo caído
 
Dolores Duran nasceu no bairro da Saúde, região central do Rio de Janeiro, em 1930. Começou a carreira ainda cedo cantando em festas e concursos populares. No programa “Calouros em Desfile”, de Ary Barroso, ganhou o primeiro lugar. Foi o início de carreira de uma intérprete que expressava como ninguém seus sentimentos nos samba-canções.
Ela foi uma das grandes cantoras do gênero chamado “dor de cotovelo”, mas não ficou só nisso. Tinha forte influência de música nordestina e estrangeira. Cantou em outras línguas - francês, italiano, espanhol, inglês, mesmo sem dominá-las.
Quando a cantora norte-americana Ella Fitzgerald veio ao Brasil, disse que a versão dae Dolores para My Funny Valentine foi a melhor que ouviu. Este episódio aconteceu após um show que Ella assistiu na boate Baccarat, no Rio de Janeiro. Esta versão que você ouve acima foi lançada em 1959, dentro de um 78 rotações.
Como compositora, Dolores Duran ficou conhecida com composições como Por Causa de Você, Se é Por Falta de Adeus e Estrada do Sol em parceria com Tom Jobim, além da fabulosa A Noite do Meu Bem, que fez após o retorno de uma viagem a Paris e União Soviética.
A cantora carioca hoje faria 80 anos. Ela faleceu em 1959, aos 29 anos, deixando prematuramente a nossa música, provavelmente por uso excessivo de barbitúricos. Dolores obteve mais reconhecimento após sua morte, deixou um legado com aproximadamente 30 canções e uma maneira intensa de falar sobre o amor.

Ouçam a versão de Dolores Duran que encantou Ella Fitzgerald:
Dolores Duran - My Funny Valentine (1958)
http://worldtv.com/papo_de_boteco/
Linda música cantada por Dolores Duran, em 1958. O disco saiu como " A Noite de Dolores ", umja coletânea de músicas. Esta música foi lançada originalmente no primeiro semestre de 1958, em um 78 rpm com a música " Nossos Destinos ". A primeira reemprenção do " A Noite de Dolores " foi em 1958, já a segunda, no que vendeu mais, foi em 1960

A música segundo Tom Jobim

Um documentário sobre a genialidade musical do criador da bossa nova e um dos nossos mais importantes músicos, assim será A música segundo Tom Jobim. O filme, que tem previsão de estreia para o final de 2010, mostrará a vida e a produção musical de Antônio Carlos Jobim.
Além de homenagear o maestro e compositor, o documentário pretende reunir e resgatar suas obras, na voz dele e de outros artistas, preservar sua memória e mostrar na telona a genialidade do mestre.
Essas imagens serão retiradas e editadas de vídeos e filmes gravados no Brasil e no exterior e que agradavam Tom. O filme não foca, porém, apenas nos antigos e consagrados intérpretes; há também a participação de jovens cantoras.
O longa será dividido de acordo com os temas preferidos do autor: o Rio de Janeiro, a Mulher e a Natureza, sendo que cada parte terá como introdução um texto de Chico Buarque.
A direção ficará por conta do grande cineasta Nelson Pereira dos Santos, diretor do clássico “Vidas Secas” e de “Rio 40 Graus”, entre outros longas. Nelson contará com a ajuda especial da neta de Tom Jobim, Dora Jobim, que será a co-diretora do projeto.
A produção do documentário “A música segundo Tom Jobim” é apoiado pelo Natura Musical.

6.17.2010

Mariah Carey deve se apresentar no Brasil em agosto

A cantora Mariah Carey deve trazer ao Brasil a turnê de divulgação do álbum “Memoirs of an Imperfect Angel”, seu trabalho mais recente.
Segundo informação publicada na coluna de Mônica Bergamo nesta quinta-feira, 17, no jornal Folha de S. Paulo, Mariah Carey virá ao Brasil para uma única apresentação no mês de agosto. O show estaria agendado para o dia 21 e seria uma das atrações da tradicional Festa de Peão de Barretos.
Ainda segundo o jornal paulista, os organizadores do evento teriam exigido em contrato que a cantora não fizesse nenhuma outra apresentação em território nacional 70 dias antes e 70 dias após esse show no interior de São Paulo.
No site oficial de Mariah Carey não conta nenhuma informação sobre esse possível show no Brasil.

Projeto reúne e disponibiliza ao público histórias da vida e obra de Luiz Gonzaga

Luiz Gonzaga foi - e continua sendo - um dos mais importantes nomes do cancioneiro nordestino, com uma obra que retrata a vida de boa parte dos brasileiros. Agora as histórias de sua vida e de sua obra estão disponíveis para todos aqueles que têm interesse em conhecer um pouco mais sobre esse artista e a cultura nordestina.
A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) criou uma cartilha com informações sobre o compositor e “traz um inventário completo sobre os ambientes de origem e memória do artista”. O livro “Luiz Gonzaga: Patrimônio Vivo na Memória do Povo Brasileiro” tem 102 páginas e se torna uma importante fonte de informações para quem quer saber mais sobre Gonzagão.
A cartilha produzida por uma equipe de historiadores, jornalistas, arquitetos e turismólogos da Fundarpe está disponível em versão impressa e também digital através do portal Pernambuco Nação Cultural: www.nacaocultural.pe.gov.br. A cartilha “Luiz Gonzaga: Patrimônio Vivo na Memória do Povo Brasileiro” pode ser baixada gratuitamente pela internet.
No livro é possível encontrar a discografia completa do músico, dados biográficos e um guia de obras relacionadas ao cantor.

Ne-Yo no Brasil: ingressos à venda para São Paulo e Rio

Já estão à venda os ingressos para as apresentações do cantor Ne-Yo em São Paulo e no Rio de Janeiro. O artista vem ao Brasil para três shows que estão agendados entre os dias 13 e 15 de agosto. As apresentações serão em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.
Na capital paulista o show será no dia 13 no Anhembi. Os ingressos custam entre R$ 140,00 e R$ 600,00 (inteiras). Além do show o público poderá curtir a discotecagem dos DJs Mayara Leme, Puff e Paulo Pringles.
No Rio o show será realizado no dia 14, no palco do Riocentro. Os valores vão de R$ 120,00 a R$ 560,00. Antes e depois do show os cariocas vão curtir o som de DJ Daddy Kall, Eletrobase DJs (Lulinha X Dadu), DJ Shark, DJ Orelhinha, ASK 2 QUIT (DJ Leo Janeiro, DJ Marcelinho CIC e VJ Vagalume) e Spock DJ / DJ Leandro Mendes.
Em Belo Horizonte o show será no Mineirinho. Os valores para a capital mineira ainda não foram divulgados. Confira:

13/08/2010 - São Paulo/SP
Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1.209
Classificação etária: 16 anos
Ingressos: R$ 600,00 (camarote vip), R$ 360,00 (pista premium), R$ 220,00 (pista), R$ 180,00 (arquibancada azul), R$ 140,00 (arquibancada verde) - valores inteiros 1º lote.
Vendas e informações: http://www.ingressorapido.com.br/

14/08/2010 - Rio de Janeiro/RJ
Riocentro - Av. Salvador Allende, 6.555
Classificaçaõ etária: 18 anos
Ingressos: R$ 560,00 (camarote), R$ 240,00 (pista premium), R$ 120,00 (pista) - valores inteiros com taxa de conveniência
Vendas e informações: http://www.ingressorapido.com.br/

15/08/2010 - Belo Horizonte/MG
Estádio do Mineirinho
Informações em breve

6.16.2010

Jorge & Mateus fazem primeiro show no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro do samba, pagode e funk recebe pela primeira vez nesta sexta-feira, 18, a dupla sertaneja Jorge & Mateus. Com três álbuns ao vivo na discografia e diversos shows pelo Brasil, a dupla se apresenta pela primeira vez na cidade do Rio de Janeiro em show que será realizado na Marina da Glória.
O evento contará também com a discotecagem dos DJs Barão e Tartaruga, que vão agitar o público antes e depois da apresentação da dupla. Os ingressos para o evento estão à venda no local e pelo site http://www.ingressocerto.com/.
O público carioca finalmente poderá curtir canções como “Pode Chorar”, “De Tanto Te Querer”, “Voa Beija-Flor” e “Vou Fazer Pirraça”, entre outras. Confira as informações:

18/06/2010 - Rio de Janeiro/RJ
Marina da Glória - Av. Infante Dom Henrique, s/n
Classificação etária: 18 anos
Horário: 22h00
Ingressos: entre R$ 140,00 e R$ 220,00
Vendas pela internet: www.ingressocerto.com