6.22.2009


Olá amigos,

estamos aqui para apresentar a mais nova coluna do blog Botecos do Vale do Café, que pretende ser um espaço aberto para o debate político e crítica do direito. Isso mesmo, um espaço para comentários de Política e Direito no blog, pois pensamos que com essa singela atitude estaremos contribuindo para o processo de aprimoramento democrático de nosso país. Pois este necessita exatamente disso, da interação entre as pessoas, ou seja, de um debate de idéias mediante a articulação de argumentos lógicos, que seja acessível a todos em pé de igualdade (portanto, em nosso espaço, desde que solicitado, publicaremos as idéias de qualquer um que entre em contato conosco). E achamos que a internet, ou mais especificamente o blog, qualquer que seja, é um instrumento importantíssimo de introdução a esse processo, pois é necessário atingir o maior número de pessoas com a finalidade de trazê-las para o discurso. Portanto, estaremos sempre abertos às críticas e, na verdade, esperamos ansiosamente por elas. Também, não temos receio por um só segundo de reconhecer erros e inconsistências em nossas idéias.

Desde já, avisamos que não temos a pretensão de criar algo novo. Queremos sim, é trazer à tona questões teóricas e práticas que têm influência direta no dia a dia do cidadão, pois tocam diretamente em sua vida, liberdade, igualdade, propriedade, etc. Nosso objetivo maior é denunciar os interesses ocultos e mecanismos de dominação que estão imperando atualmente em nossa sociedade, e no mundo como um todo, e que estão em rota de colisão direta com os interesses das massas. Então, para cumprir seu papel de integração do maior número de pessoas no discurso, a linguagem utilizada nessa coluna será a do dia a dia, descontraída e acessível a todos. Não estamos aqui para fazer comentários jurídicos, nem tampouco filosóficos ou científicos, mas não nos furtaremos desses quando acharmos que são convenientes e, principalmente, quando acreditarmos piamente que temos capacidade para tal, de modo conciso, simples e direto.

Cabe aqui uma explicação, o “porquê” do título da coluna, Levando os direitos a sério. Na verdade é uma homenagem ao Filósofo do Direito Ronald Dworkin, que com sua obra Taking Rights Seriously (traduzindo: levando os direitos a sério!), muito tem colaborado por uma nova concepção de Direito. Ah!! Não podemos nos esquecer de dizer que não nos privaremos de tecer comentários sobre outras áreas de nosso interesse, como, por exemplo, e principalmente, a música eletrônica! Manifestação cultural de vanguarda que vem sendo propositadamente bombardeada pela classe política e setores da mídia, bem como sendo descaracterizada pelos próprios encarregados de promovê-las (basta atentar para a existência de área vip nos eventos open-air).

Ademais, a título de conhecimento, ao final de cada artigo acrescentaremos trechos das obras mais relevantes de nossos filósofos, teóricos e cientistas preferidos, que guardem uma linha de coerência com o tema do artigo. Pois acreditamos que essa atitude ajuda a despertar o interesse do “internauta” pela leitura das grandes obras da história. Já é hora de terminar essas linhas de apresentação e, sinceramente e com muita humildade, ficaremos satisfeitos se conseguirmos suscitar o pensamento crítico nos leitores que tenham acesso aos artigos que passaremos a veicular neste importante canal de comunicação. E para finalizar, lá vai um trecho de uma das obras do maior filósofo de todos os tempos.

“É certo que a arma da crítica não pode substituir a crítica das armas, que o poder material tem de ser derrubado pelo poder material, mas a teoria converte-se em poder material quando penetra nas massas.”

(Karl Marx)


Um abraço,

Diogo Araújo Modesto.


Quinta, 18/06/2009, 01h50min da madrugada.

3 comentários:

clubedoalgodao disse...

Interessante iniciativa, espero poder participar.

Márcia Modesto disse...

Meu querido sobrinho,PARABÉNS!!!
Você é muito especial!
SUCESSO E SORTE! Sempre!
Com muito amor da tia Márcia.

Anônimo disse...

Olá!

Pelas coisas negativas que vejo sobre os direitos neste país, sempre "brinco" que o Direito é Errado. O que vejo é que as leis foram feitas para favorecer alguns poderes de elite. Mas há profissionais éticos que tentam mudar esta situação!

Que sua coluna traga novas visões sobre o assunto, já que você é de uma nova geração.

Um grande abraço!